Centro Paula Souza aposta que educação profissional será foco da juventude pós-pandemia

Redação IBEGESP

29 abril 2021

Nenhum comentário

Casa Notícias

Centro Paula Souza aposta que educação profissional será foco da juventude pós-pandemia

Centro Paula Souza aposta que educação profissional será foco da juventude pós-pandemia

Protagonismo do aluno e humanização da educação também foram tendências apontadas
­

O que será que vai nortear a educação pós-pandemia? Como a equipe do IBEGESP vem repetindo nos últimos tempos, algumas soluções EAD vieram pra ficar. Além delas, nota-se a necessidade de desenvolver metodologias ágeis, competências socioemocionais e técnicas alicerçadas na inteligência artificial. Foi isso que o Centro Paula Souza (CPS) reforçou ontem, 28/04, no Dia Mundial da Educação. Veja abaixo 6 tendências que a equipe do CPS aponta para a educação pós-pandemia!
  1. Foco na educação profissional
  2. Humanização do ensino
  3. Novos itinerários educativos
  4. Laboratórios e espaços maker
  5. Alunos como protagonistas
  6. Valorização das multitarefas
­
E o que essas tendências significam? Ora, quando pensamos em educação profissional e novos itinerários educativos, a aposta do CPS é que os cursos técnicos serão uma possibilidade para reduzir o déficit gerado pela pandemia. No que concerne à humanização, espera-se um maior foco no desenvolvimento de competências socioemocionais. Além disso, a expectativa é de que haja cada vez mais alunos autônomos, protagonistas e focados na ação colaborativa. 
­
Tais mudanças, sem dúvidas, apresentam riscos e oportunidades. O coordenador de projetos da CETEC Capacitações, Jefferson Santana, reforça o quanto o ensino virtual pode aumentar o estresse de alunos e profissionais da educação básica. 
­
A redação do IBEGESP te aconselha a ficar ligado nessas novidades apontadas pelo CPS! Inclusive, vale a pena dar uma olhada nos projetos que o IBEGESP faz junto ao Centro Paula Souza checando nossos cases
­
Mas e você? O que espera da educação pós-pandemia? Compartilha com a gente! E antes, confira 2 conteúdos sobre o assunto que separamos pra você:
­
Fonte: Redação IBEGESP
Fonte Complementar: Gov.br