Generic selectors
Resultados que batem 100%
Buscar no título
Buscar no conteúdo
Buscar nos posts
Buscar nas páginas
Coronavírus foi tema de reunião entre presidentes da Câmara, Senado, Supremo e ministro da saúde

IBEGESP

Redação IBEGESP

18 março 2020

Nenhum comentário

Home Notícias

Coronavírus foi tema de reunião entre presidentes da Câmara, Senado, Supremo e ministro da saúde

Coronavírus foi tema de reunião entre presidentes da Câmara, Senado, Supremo e ministro da saúde

Possibilidade de sessões oficiais por meio eletrônico foi pauta de discussão

 

­

Uma das questões que mais inquieta gestores públicos no atual momento, marcado pela pandemia causada pelo coronavírus, se concentra na questão sobre como se darão os encaminhamentos de dois poderes fundamentais ao exercício democrático: o legislativo e o judiciário. Para discutir a questão, os presidentes da Câmara (Rodrigo Maia), do Senado, (Davi Alcolumbre) e do Supremo Tribunal Federal (Dias Toffoli) debateram com o ministro da saúde (Luiz Henrique Mandetta) como se dará o funcionamento das Casas durante um momento em que é tão importante a restrição de contato social.
­
O ministro da saúde se valeu de casos internacionais para evidenciar a importância da adoção do trabalho remoto. Segundo Mandetta, países que não protegeram suas instituições viveram um forte nível de contágio entre sua classe política. Em vista disso, Dias Toffoli afirmou que o STF vai ampliar o uso do cenário virtual em suas sessões.
­
No que concerne aos procedimentos licitatórios, o ministro da saúde defendeu que a Lei de Licitações não deve se aplicar à situação de pandemia. Segundo ele, será preciso liberar com agilidade a compra de insumos e de equipamentos.
­
É possível ver que todos estes tópicos de discussão possuem forte impacto no cotidiano da gestão pública. Por este motivo, o IBEGESP recomenda que você, gestor público, fique de olho nesta discussão e conscientize o máximo de pessoas possível sobre os cuidados necessários para o enfrentamento do coronavírus. 
­
Fonte: Redação IBEGESP
Fonte Complementar: Câmara dos Deputados