Redação IBEGESP

24 janeiro 2020

Nenhum comentário

Casa Notícias

Licitação para gerir os postos do poupatempo foi suspendida

Licitação para gerir os postos do poupatempo foi suspendida

Medida foi tomada pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

 

­

licitação para definir quem irá gerir os 74 postos de atendimento do Poupatempo foi suspensa por tempo indeterminado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. A medida, definida por liminar do conselheiro Dimas Ramalho, foi publicada no Diário Oficial do Estado na última terça-feira, 21/01. 

­
O processo licitatório, que estimava uma contratação de R$960 milhões, foi suspenso para evitar possíveis erros ou impropriedades, uma vez que os representantes queixaram-se da exigência de atestados e prova de experiência no ramo. Para além disso, criticou-se a falta de informações sobre remuneração.
­
A licitação ocorria na modalidade de Pregão Eletrônico, sendo este promovido pela Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (PRODESP). O Tribunal fixou um prazo de 5 dias para que a PRODESP apresente a cópia integral do edital. O mesmo será analisado por órgãos técnicos.
­
O IBEGESP relembra a todos os gestores públicos a importância da correta formulação de editais e termos de referência, bem como de todas as fases do processo licitatório. É para evitar erros do tipo, inclusive, que temos em nossa grade o curso de Elaboração de Projeto Básico, Memorial Descritivo e Termo de Referência e o Intensivo de Licitações e ContratosConfira-os!
­
Fonte: Redação IBEGESP
Fonte Complementar: TCESP