Generic selectors
Resultados que batem 100%
Buscar no título
Buscar no conteúdo
Buscar nos posts
Buscar nas páginas
Ministério da Saúde alerta que casos de coronavírus terão aumento abrupto nas próximas semanas

IBEGESP

Redação IBEGESP

12 março 2020

Nenhum comentário

Home Notícias

Ministério da Saúde alerta que casos de coronavírus terão aumento abrupto nas próximas semanas

Ministério da Saúde alerta que casos de coronavírus terão aumento abrupto nas próximas semanas

Servidores públicos da área da saúde devem ficar em estado de alerta

 

­

No dia em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou estado de pandemia mundial por conta da expansão do coronavírus (11/03), o Ministério da Saúde brasileiro afirmou estar se preparando para um aumento abrupto de casos da doença. A informação, transmitida na audiência pública da Comissão de Fiscalização e Controle (CFTC), deixou o sistema de saúde do país em estado de alerta. 
­
O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, afirmou que em cerca de duas semanas o país entrará na fase de transmissão comunitária, em que não é possível identificar quem transmitiu a enfermidade. É importante salientar, todavia, que apesar da gravidade da situação é preciso calma: o padrão mapeado nos países com grande número de infectados indica que após um aumento abrupto de casos, o nível de transmissão começa a cair entre 4 e 6 semanas.
­
As  medidas que o Estado deverá adotar nos próximos dias para lidar com a situação são:
  • Criação de conselho interministerial;
  • Intensificação do isolamento domiciliar;
  • Aquisição de 20 milhões de máscaras cirúrgicas e hospitalares do tipo N 95;
  • Contratação de 5 mil médicos;
  • Aumento de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).
­
A redação do IBEGESP salienta a importância de que os servidores da saúde tenham acesso a condições e materiais adequados para realizar seu trabalho com segurança e recomenda que treinamentos sobre como lidar com a doença sejam feitos nos diversos tipos de órgãos públicos. 
­
Fonte: Redação IBEGESP
Fonte Complementar: Senado Notícias
Tags :