Generic selectors
Resultados que batem 100%
Buscar no título
Buscar no conteúdo
Buscar nos posts
Buscar nas páginas

IBEGESP

Redação IBEGESP

26 maio 2020

Nenhum comentário

Home Notícias

O que é necessário para formar a liderança pública?

O que é necessário para formar a liderança pública?

A formação de gestores públicos se baseia, entre outras questões, no que é necessário para formar a liderança pública de forma assertiva. Acompanhe uma breve reflexão sobre o tema e veja como ter acesso a cursos sobre Administração Pública.

Falar em liderança abrange conceitos que vão muito além de “chefia” ou “regras a serem seguidas”. Hoje, os líderes no serviço público precisam lidar com diversas questões e repensar as reais competências que um líder tem em diferentes níveis de atuação.

 

Liderança se constrói na prática

 

Ainda que exista uma ideia de que um verdadeiro líder nasce pronto para tal função, a verdade é que a liderança se constrói no dia a dia, com aprendizado constante, prática e acúmulo de conhecimentos advindos de cursos como o de formação de gestores públicos.

Para ajudar na formação da liderança pública, é preciso compreender que o ato de liderar já não mais é visto como uma forma de exercer poder e autoridade sobre outrem, mas sim a habilidade de gerenciar pessoas.

Para colocar um plano de liderança em prática na hora de enfrentar desafios, há 4 passos a serem seguidos:

 

1- Aceitar que não há resposta para tudo, e partir para o diagnóstico da questão

 

Não há uma cartilha pronta mostrando como lidar com todas as adversidades que a carreira na Gestão Pública enfrenta, ou seja, a solução para determinado desafio pode demandar uma abordagem mais investigativa, no sentido de, primeiramente, compreender a questão/problema a ser solucionada e identificar o que precisa ser deixado de lado, mantido ou reformulado.

 

2- Manter o time em concordância com a abordagem escolhida para lidar com a questão

 

Quando se fala em liderança assertiva, Gestão Pública, ou qualquer prática que demande tomada de decisões dentro de uma organização, é preciso deixar a situação bem clara para toda a equipe.

Todos têm o direito e o dever de saber o atual contexto em que se encontra a organização, quais os problemas e enfrentamentos envolvidos, e as metas a serem alcançadas dentro da abordagem para lidar com os desafios.

Faz-se necessário, inclusive, especificar como as medidas adotadas podem afetar o trabalho de cada um e quais devem ser os valores seguidos pelo cargo/função. Esse tipo de comunicação exige empatia, solidariedade, técnica e esforço, características que devem fazer parte do que é ser líder.

 

3- Engajar os subordinados para garantir o alcance das metas

 

É preciso se manter próximo aos liderados para garantir a melhor comunicação possível e contar com total colaboração do grupo.

É fundamental engajar, inspirar e mostrar quais os melhores caminhos a serem seguidos. Além disso, estar na posição de líder requer ser aberto a comentários e novas possibilidades de direções.

 

4- Permitir mudanças e criar um ambiente favorável a adaptações

 

Mudanças podem ser muito positivas para a Administração Pública. Novas ferramentas contribuem para que o líder e a equipe consigam enfrentar obstáculos e mensurar resultados, além de ajudar na tomada de decisões.

 

Formação de gestores públicos é fundamental para formar lideranças na Administração Pública

 

A formação de gestores públicos é parte crucial do processo de consolidação de lideranças dentro da Administração pública, e pelo IBEGESP é possível ter acesso a cursos sobre Administração Pública e acompanhar notícias diárias que informam sobre os principais fatos que permeiam o setor público.

Navegue pelo portal para ter acesso aos cursos e materiais do IBEGESP.